Sete dicas para se preparar para concursos

Organizar seus estudos e estabelecer uma rotina é o caminho para ir bem nas provas

20/04/2017


Ao longo deste ano estão previstos mais de 10 concursos para a área de segurança pública. São aproximadamente 13 mil vagas espalhadas por todo o Brasil e distribuídas entre Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Técnico-Científica, Polícia Civil e Polícia Militar.

 

Se você quer ingressar na área, mas não sabe por onde começar, esse texto é para você. Confira algumas dicas para organizar seus estudos e a preparação física para os concursos deste ano.

 

Saia na frente

 

Nada de ficar parado esperando o edital ser publicado para começar os estudos. “Como o edital é lançado apenas três meses antes da prova, o ideal é que o candidato busque editais anteriores desse concurso para iniciar tanto o preparo físico quanto intelectual com antecedência. Três meses é muito pouco tempo. Quanto antes começar a estudar, mais tempo terá para se preparar, revisar e tirar dúvidas”, alerta o diretor da Academia do Concurso, Paulo Estrella.

 

Crie uma rotina de estudos

 

Rotina será a palavra de ordem durante o período de preparação para o concurso. Você deverá organizar seus horários para conciliar os estudos, com seus afazeres diários e, é claro, intervalos para lazer e descanso.

 

Para facilitar, você pode montar um quadro de horários. Assim, você visualiza com facilidade as matérias que precisa estudar, as atividades que precisa desenvolver e os horários livres.

 

Comece pelo básico

 

“Estudar para concurso não é como estudar para uma prova de ensino médio ou faculdade. O volume de conteúdo é muito grande e você não concorre apenas com o seu conhecimento. É preciso saber mais do que os outros candidatos”, explica Paulo.

 

Por isso, mãos à obra! Inicie os estudos pelos temas básicos, alternando as disciplinas. No seu quadro de horários, você pode separar um tempo semanal para cada matéria e depois ir aumentando o intervalo entre as matérias básicas e incluindo os conteúdos específicos de cada concurso.

 

Invista em um bom material de consulta

 

Nada de livros de faculdade ou do ensino médio. Procure os livros específicos para concurso, pois são mais objetivos e atualizados com a abordagem das provas. Dê a preferência para os que oferecem exercícios sobre os tópicos estudados. Você também pode encontrar esses materiais em arquivos PDF.

 

Ter o conhecimento do formato da prova pode te dar uma vantagem considerável. Para Paulo Estrella, “o candidato só tem a real dimensão do desafio olhando a prova, por isso é importante realizar questões de concursos anteriores. Com eles é possível prever 80% dos assuntos que serão abordados na avaliação e otimizar os estudos”.

 

Escolha a metodologia adequada ao seu perfil

 

Se precisar de mais apoio e troca de experiência com pessoas que também estão estudando para concursos, o curso presencial é o indicado. Mas se precisa economizar tempo de deslocamento e tem bastante disciplina, você pode apostar em um on-line. Claro que você pode escolher estudar sozinho, mas um curso facilita a compreensão das matérias e, como consequência, aceleram sua aprovação.

 

“Quanto ao tempo dedicado aos estudos e a distribuição entre o preparo físico e intelectual não existe uma regra que sirva para todo mundo. O candidato deve fazer uma autoavaliação profunda. Conhecer seus pontos fortes e fracos, saber o que é cobrado na avaliação e a distância que ele está de conseguir um bom rendimento. Só então ele poderá dimensionar corretamente o tempo dedicado a cada etapa do preparo”, ensina o diretor.

 

kevlar2

 

Separe um tempo para praticar exercícios físicos

 

Os concursos para a área de segurança pública têm um diferencial. Além da prova teórica o candidato passa também por uma avaliação física. “Aproximadamente 50% dos aprovados na prova teórica dos concursos públicos na área de segurança são reprovados no teste físico, por isso o candidato precisa iniciar o preparo físico junto com os estudos”, conta Paulo.

 

Por isso, lembre-se de incluir no seu quadro de horários uma rotina de exercícios de acordo com as técnicas indicadas no edital. Segundo o diretor, “cada força policial exige um conjunto de exercícios diferentes que vão desde corrida até natação, então o candidato precisa verificar o edital e se preparar de acordo com o que será pedido”.

 

A preparação física, além de te deixar pronto para avaliação, também serve para descarregar adrenalina e pode, inclusive, ajudar no preparo intelectual.

 

Mantenha a calma e não perca o foco

 

Para o diretor da Academia do Concurso, “na hora da avaliação é fundamental manter a calma, analisar o enunciado, sabendo que você está familiarizado com aquele formato e apto para tomar a decisão naquelas questões”.

 

Lembre-se que conquistar uma vaga no serviço público é um processo que pode demorar algum tempo. Nessa jornada é natural ter dúvidas sobre as matérias, falta de tempo, cobranças e cansaço. Mas não esqueça: a sua vocação é o motor para continuar estudando, buscar soluções e contornar obstáculos. Boa sorte!




Outras notícias